traje de super-herói criança

DRA. DIANA PAES

Odontologia Pediátrica

Você tem medo de ir ao dentista?

O medo de dentista é um dos mais comuns medos entre as pessoas. Ele pode ser causado por uma experiência negativa vivida pela própria pessoa ou por uma experiência passada de amigos os familiares. É o que chamamos odontofobia, e essa condição atrapalha muitos adultos e crianças a cuidarem da sua saúde quando torna-se necessária a visita ao dentista. 

Pensando nessas pessoas e visando ajudá-las, passamos a trabalhar com a sedação com óxido nitroso, uma alternativa que permite que um procedimento odontológico se torne muito mais tranquilo, prazeroso e sem ansiedade. É uma técnica muito segura e com praticamente nenhuma contraindicação, podendo então, ajuda milhares de pessoas a vencerem o medo de ir ao dentista. 

Olá!

Meu nome é Diana Paes

Sou dentista, especialista em odontopediatria e endodontia (tratamento de canal) e habilitada em sedação. 

Meu objetivo é construir uma geração de crianças que gostam de ir ao dentista, que não sentem medo e muito menos traumas. Tudo isso, através de uma consulta e de um atendimento leve, divertido e lúdico. 

Com vários tipos de sedação, ajudo adultos com medo, odontofobia ou aqueles que não se sentem confortáveis com a consulta odontológica, a superarem seu medo e serem capazes de realizar qualquer tipo de procedimento odontológico. 

  • Facebook
  • Instagram

O QUE VOCÊ DESEJA SABER?

A PARTIR DE QUAL IDADE VOCÊ ATENDE?

Atendo crianças de todas as idades, incluindo recém-nascidos! 
Meu atendimento pode ser feito desde a gestação da mãe, o que é o ideal!

VOCÊ ACEITA PLANO DE SAÚDE ODONTOLÓGICO?

Não trabalho com plano de saúde, meu atendimento é particular.
Faço um trabalho bem personalizado e individualizado, o que torna inviável trabalhar com plano odontológico. 
Mas dependendo do plano, é possível pedir reembolso a partir da nota fiscal! 

VOCÊ ATENDE SOMENTE CRIANÇA?

Não. Atendo pessoas de todas as idades. No consultório busco receber a família inteira!

E SE MEU FILHO CHORAR?

​É normal as crianças terem medo do desconhecido, e algumas vezes acabam chorando sim! Mas todo o atendimento é criado para deixar a criança a vontade até criar um laço de confiança comigo!

Levei meus filhos na Dra. Diana, por indicação de uma amiga do trabalho. Meu filho não aceitava entrar nem na recepção de um consultório antes de conhecê-la. Hoje, ele me pergunta qual vai ser a próxima consulta.

Maithê Porto

Pronto para a escola

BLOG ODONTOPEDIATRIA

Maternidade

GRAVIDEZ E SAÚDE PERIODONTAL

 A saúde bucal é importante em todos os períodos de nossas vidas, mas durante a gestação merece atenção especial!

As alterações hormonais que ocorrem durante esta fase são responsáveis pelo aumento da resposta inflamatória gengival e podem, em maior ou menor grau, predispor ou agravar doenças como gengivite ou doença periodontal.

Gengivite é o nome dado para a inflamação gengival, caracterizada por inchaço, vermelhidão e sangramento ao mínimo esforço, tal como ao passar fio dental e escovar os dentes. Já a Doença Periodontal pode ser considerada como um um estágio mais avançado da gengivite, em que além do sangramento gengival pode haver perda óssea e mobilidade dental.

Estas duas alterações ocorrem quando os agentes causadores (biofilme e tártaro) não são removidos, por isto é importante que a profilaxia(limpeza profissional dos dentes) e prevenção sejam feitas regularmente, conforme a indicação do Cirurgião Dentista. 

Nestas doenças encontramos diversas espécies de bactérias, que quando reconhecidas pelo organismo, determinam uma reação de defesa que não se restringe à boca, iniciando então uma relação de risco entre doença periodontal e o período gestacional.

Estes estímulos inflamatórios podem induzir a uma hiperirritabilidade da musculatura uterina, provocando a contração do útero e dilatação cervical, aumentando então o risco de parto prematuro. 

A infecção e o processo inflamatório podem causar danos à placenta, restringindo também o crescimento fetal.

Na literatura científica, encontramos relação entre a Doença Periodontal, parto prematuro, recém-nascido de baixo peso e pré-eclâmpsia. Sabemos que muitos estudos ainda são necessários para comprovar esta associação, mas como todos são fatores de grande risco, não podemos negligenciar o atendimento odontológico e a manutenção de uma boa saúde bucal e geral durante a gestação, tanto para o bebê quanto para a futura mamãe.


Fonte: #odontopediatriabrasil

Criança escovar os dentes 2

A CRIANÇA CHORA PARA ESCOVAR OS DENTES, ELA VAI TRAUMATIZAR?

Bons hábitos podem ser criados a vida toda, mas há aqueles que são imprescindíveis e devem ser instituídos ainda quando se é bebê . Um deles é o hábito da higiene bucal.  Higiene bucal inclui escovação dos dentes, uso do fio dental e limpeza da porção superior da língua. 


‍♀E quando começar?

A partir da erupção (nascimento) dos primeiros dentes, já com escova apropriada e pasta com fluoreto na prescrição (quantidade e frequência) correta. Mas, será fácil? 
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Pode ser que sim  porém, na maioria dos bebês não é, e isto é normal, pois eles estão se habituando a um novo procedimento que também deve ser feito, tal como o trocar de fraldas ou limpar o bumbum, cortar unhas, cabelo, tomar banho, nebulizar quando necessário, hábitos que não são naturais como o dormir  ou comer. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
➡Isso pode gerar estranhamento e desconforto a princípio, inclusive com muito choro, trancar de boca e muita pirraça, mas quando explicado e feito com amor ♥️, paciência e de forma lúdica por parte dos responsáveis‍‍‍, eles se acostumarão e com certeza se sentirão confiantes.

✅ Insista e persista, um bom hábito está sendo criado. Higienizar a boca no banho  também ajuda. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Bebês e crianças pequenas usam o choro como forma de protestarem e de se comunicarem, normalmente choram também para os outros hábitos e nunca se ouviu falar que eles ficaram traumatizados porque, por amor  , os responsáveis trocaram as suas fraldas ou escovaram os seus dentes mesmo com eles chorando . ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Tem dia que a escovação vai super bem, mas têm dias que é aquele caos, não é mesmo? Mas calma… seu filho não ficará traumatizado por isso, pois ele sabe que, mesmo fazendo com chororô, você o ama♥️. E no final de tudo, lá na frente, ele ainda lhe agradecerá, pois você foi fiel a ele.

Fonte: #odontopediatriabrasil 

Criança brincando com bolha

OS PRIMEIROS 1000 DIAS DE VIDA

Você sabe por que os primeiros 1000 dias do bebê são fundamentais para o futuro dele?



Os primeiros 1000 dias do bebê consistem do início da gestação até o final dos 02 anos. 

Tudo que fizermos, especialmente a MÃE, relacionado aos hábitos de alimentação, higiene pessoal, saúde geral e bucal refletirá diretamente na saúde física, emocional e comportamental do bebê para o momento vivido e também para o resto da vida dele.

É neste período (1.000 dias) que precisamos impregnar (“imprinting”) os bebês somente com hábitos saudáveis, pois o desenvolvimento cerebral (cognitivo), maturidade intestinal e crescimento ósseo, muscular e dentário estão em ritmo acelerado, e a lógica é: o que vc puder fazer de melhor nessa fase, repercutirá de forma positiva para o resto da vida do seu filho!

Um dos pontos importantes nesse período: SAÚDE BUCAL!!!

A saúde bucal da grávida influencia diretamente a saúde do bebê, grávidas com doença periodontal (gengiva e osso inflamados) tem risco aumentado em muito a ter PARTO PREMATURO e BEBÊS DE BAIXO PESO.

☠️Mães e pais que não gostam ou não têm o hábito diário de escovar e cuidar dos próprios dentes, possivelmente também não cuidarão da saúde bucal do seu bebê (Journal Dental Research, 2011).

Mas, o contrário é espetacular, pais que se cuidam e insistem em criar bons hábitos de higiene bucal, colherão ótimos frutos. Os bebês a princípio podem até resistirem à escovação, mas a semente 🌱está sendo plantada para o resto da vida dele. 🌻

#odontopediatriabrasil